Cuidados com as unhas dos bebês

Os bebês têm um corpo muito sensível que requer cuidados especiais, principalmente em pequenos detalhes, como as unhas, por exemplo. Pode não parecer tão importante, mas é essencial cuidar das unhas mantendo-as limpas e no tamanho adequado, para evitar o risco de infecções e que o seu filho se machuque causando arranhões.

Cuidados ao cortar as unhas dos bebês

Para cortá-las, use tesouras ou cortadores de unhas especiais para bebês, pequenos e com pontas arredondadas. É preciso tomar cuidado para não deixar irregularidades que possam penetrar na pele do dedo quando a unha voltar a crescer.

Você pode encontrar esses cortadores especiais e outros produtos para segurança do seu bebê na loja Tricae (acesse o site desconto top e garanta seu Cupom Tricae para comprar os produtos especiais com ótimos descontos).

Em bebês recém-nascidos não há a necessidade de cortar as unhas de imediato. Espere até que estejam um pouco maiores, quando as unhas estão mais duras para não machucar seu bebê.

Curso de manicure

Momento ideal

Após o banho, quando estão relaxados, pode ser um bom momento, pois os bebês estarão mais tranquilos e também as unhas amolecidas, o que facilita o corte.

Outro momento ideal é quando estão dormindo, se agir com cautela e delicadeza, não seremos surpreendidos com os movimentos inesperados que os bebês fazem.

É importante incorporar essa prática de higiene no decorrer do crescimento, sem deixar o choro dos bebês impedirem o corte, para que eles enxerguem o hábito como algo natural e sem medos. Até mesmo porque, por mais simples que pareça algumas crianças levam o trauma dos cortadores de unhas por um bom tempo.

Depois de cortar as unhas pequenas, é melhor passar uma pequena quantidade de água entre os dedos ou verificar suas mãos e roupas para que não haja pedaços de unhas soltos que possam machucar o bebê.

Qual a frequência correta?

Quanto à frequência para aparar as unhas, vai depender da taxa de crescimento de cada bebê, mas no geral, podemos falar que o correto seria uma vez por semana, no caso das unhas das mãos e uma vez por mês para os pés, pois unhas das extremidades inferiores crescem mais devagar.

Uma última dica: devemos observar a cor das unhas para detectar possíveis infecções ou que a unha tenha ficado presa na pele. A cor normal é rosa e geralmente o pequeno semicírculo branco é percebido em sua base. Se detectarmos alguma anomalia é indicado levar o bebê a uma consulta com o pediatra.