Dicas para proteger as crianças de acidentes domésticos

Mais do que nunca, durante esses dias de quarentena, temos que ter a atenção voltada a possíveis acidentes domésticos, principalmente, envolvendo crianças.

Para quem não sabe, as quedas são a principal causa de acidentes domésticos com crianças, vindo seguido pelos cortes, queimaduras e intoxicações.

É  importante considerar que para as crianças também é difícil ficar confinado, ainda mais se o espaço for pequeno, por isso, tenha paciência em dobro e não se limite a proibir as crianças de fazerem isto ou aquilo, procure ensiná-las, mesmo as menores, e alertá-las para os riscos que certos atos ou itens envolvem.

O fato é que quando o assunto é criança, nunca se sabe até onde pode ir sua criatividade e poder de imaginação, por isso, todo cuidado é pouco.

Então confira nossas dicas.

Como proteger crianças de acidente doméstico?

Objetos perigosos

Certamente, uma criança pequena não têm a capacidade de avaliar possíveis riscos ou situações de perigo, assim, qualquer objeto encontrado em casa pode transformar-se num brinquedo muito interessante.

O que não faltam são histórias de acidentes envolvendo moedas, botões, tampas, rolhas de garrafas, pregos pequenos, parafusos e até aqueles brinquedos com peças muito pequenas, que costumam atrair muito a atenção dos menores, que adoram levar tudo à boca.

São uma atração irresistível para crianças até aos três anos, que gostam de levar tudo à boca. Portanto, fique atento a qualquer um desses objetos e qualquer outro que possa oferecer riscos.

Medicamentos

É fundamental que todo e qualquer medicamento seja guardado fora do alcance das crianças, de preferência, em lugares altos e armários ou caixas bem fechadas;

Procure não tomar remédio na frente da criança, aguçando, assim, sua curiosidade e jamais se automedique ou medique sem prescrição médica;

Jamais tome um remédio cujo prazo de validade já tenha vencido ou que estejam em embalagens deterioradas.

Escadas

Infelizmente, não é possível tirar uma escada da casa, mas o fato é que elas representam muitos riscos.  A primeira forma de prevenir acidentes é garantir que elas tenham um corrimão de apoio e um piso não seja escorregadio.

Uma dica, voltada as crianças pequenas, principalmente, as que estão na fase de engatinhar, é colocar proteções e barreiras em todos os acessos às escadas, mas certifique-se de sempre fechar as proteções dos acessos depois de passar.

Uma barreira mal fechada é pior do que se não existisse, já que o responsável relaxa, achando que está seguro. Portanto, não deixe de fechar ao passar.

Janelas e varandas

Nem é preciso lembrar a importância de colocar grades ou redes de proteção em todas as janelas e varandas, dessa forma, prevenindo e evitando acidentes graves.

Piscinas e praia

Jamais deixe uma criança sozinha perto de uma piscina, mesmo que seja uma infantil, caso tenha piscina em casa, os cuidados devem ser redobrados, de preferência, coloque uma vedação ou tela de proteção, impedindo que seu acesso à água.

Fique sempre atento à brincadeiras com crianças na água.  Não permite que nenhuma criança entre na piscina, praia, laguinho, enfim, sem braçadeiras ou coletes.

Cozinha

  • Nunca deixe crianças sozinhas na cozinha;
  • Mantenha fora de seu alcance facas e objetos cortantes;
  • Vire os cabos das panelas para o interior do fogão, evitando que as crianças alcancem;
  • Tire de seu alcance fósforos, assim como torradeiras, bules, garrafas térmicas e outros equipamentos;
  • Muito cuidado ao utilizar panelas de pressão;
  • Todo cuidado é pouco ao utilizar o gás no fogão. Sempre acenda o fósforo antes de abrir o gás do botijão de gás;
  • Ao cozinhar, prefira usar toalhas, aventais e panos de tecidos naturais, em vez de tecidos sintéticos ou plástico;
  • Ao usar microondas não cubra alimentos com papéis metalizados;
  • Tire fora do alcance das crianças produtos de limpeza e tóxicos, guardando-os em locais inacessíveis, vale apelar, inclusive, para cadeados;
  • Nunca coloque detergentes, água sanitária, ou qualquer produto tóxico, em garrafas de refrigerante, com risco das crianças ingerirem pensando ser o próprio refrigerante.

Eletricidade e tomadas

Instale protetores em todas as tomadas da casa, evitando possíveis choques elétricos;

Lembre-se que tomadas costumam atrair crianças na fase de engatinhar ou até um pouco mais crescidas, onde elas tentar enfiar dedinhos e objetos, por isso, procure tampá-las.

Cuidados com a tábua de passar

Mais comum do que se imagina, são os acidentes com tábua de passar, por isso, jamais deixe o ferro ligado com o fio ao alcance das crianças;

Outra dica é evitar usar tábuas de passar roupa que possam ser puxadas para baixo.

Formas de prevenir acidentes

  • Tenha sempre à mão os números dos telefones do seu pediatra, do hospital, dos centros de envenenamento e de outros centros de ajuda;
  • Antes de usar qualquer produto, leia atentamente os rótulos das embalagens;
  • Não deixe bebidas alcoólicas ao alcance de crianças;
  • Se o seu filho engolir algum objeto, busque ajuda médica imediatamente;
  • Sempre que proibir algo ou o acesso a algum local ou objeto, explique o motivo e os riscos que oferecem.